Atendimento
(11) 2365-1979 (11) 94464-4371 atendimento@casadoroadie.com.br

Segunda à Sexta das 09:00 às 18:00   Rua Cardeal Arcoverde, 226           São Paulo - SP

07/10/2021

Conheça a Expo 2020 de Dubai, maior evento mundial desde o início da pandemia

A Expo 2020 abriu as portas na última sexta-feira (1), em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, como o maior evento mundial desde o início da pandemia de Covid-19.

O príncipe-herdeiro de Dubai, xeque Mohamed bin Rashid Al Maktum, inaugurou oficialmente o evento de US$ 7 bilhões. Pela primeira vez, uma exposição universal como esta é realizada no Oriente Médio.

Projeções e efeitos luminosos iluminaram a praça Al Wasl, um recinto abobadado futurista, símbolo da arquitetura islâmica. Também houve concertos, entre eles os da famosa diva dos Emirados Ahlam e a cantora britânica Ellie Goulding.

O pianista chinês Lang Lang também estava entre os artistas convidados, assim como Andrea Bocelli, que encerrou o espetáculo diante de dirigentes dos Emirados.

Adiada no ano passado por causa da crise sanitária, a exposição foi aberta ao público na sexta-feira, em meio ao deserto nos arredores de Dubai, a cidade dos arranha-céus e do luxo. A exposição tem obras arquitetônicas e inovações tecnológicas dos mais de 190 países representados em seus pavilhões.

A primeira Exposição Universal ocorreu em 1851 em Londres, no Crystal Palace, uma estrutura criada para a ocasião. Em Paris, a de 1889 apresentou ao mundo a icônica Torre Eiffel.

Esta Expo 2020 promete ser o maior evento já visto no Oriente Médio, no ano que antecede a Copa do Mundo de futebol, que será celebrada na casa de seu rico vizinho Catar.

Dubai espera quase 25 milhões de visitantes durante os próximos seis meses. Ao contrário do Japão que proibiu a presença de público nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Dubai abre suas portas aos turistas estrangeiros, com a condição de que usem máscara e respeitem o distanciamento social.

Todos os visitantes deverão estar vacinados ou, caso não estejam, devem apresentar um teste PCR negativo muito recente.

 

Por G1.